Park YooChun (JYJ) é indiciado por solicitar prostituição; C-JeS responde


YooChun em ensaio fotográfico. Foto: Reprodução (Marie Claire).
Na última sexta-feira, 15 de julho, a Estação Policial de Gangnam revelou que já encaminhou à procuradoria todas as evidências sobre o caso de Park YooChun, em que o cantor foi recentemente considerado inocente das acusações de estupro devido à dificuldade de provar se houve o uso de força nas relações sexuais.
No entanto, a polícia também declarou que o código de conduta e a natureza dos atos sexuais entre YooChun e a primeira delatora (aqui referida como “Srta. Lee“) pode ser considerada como solicitação de prostituição. Além disso, como o artista prometeu uma quantia à Srta. Lee antes das relações e não a pagou, ele também será indiciado por fraude. Investigadores conseguiram evidência disso através de mensagens de texto no celular da acusante – após seu encontro, Srta. Lee escreveu à uma pessoa próxima que lhe foi prometido dinheiro por fazer sexo com YooChun. Da mesma forma, a acusante será indiciada por prostituição.
Policiais também encaminharam evidências sobre a segunda delatora (aqui referida como “B“), que também prestou queixa contra o artista, no entanto, as investigações chegaram à conclusão de que as reivindicações de B são falsas. Já a segunda e a terceira acusantes não foram indiciadas por falso testemunho, por não ser válido declará-las como culpadas somente pela dificuldade de provar se realmente houve uso de força.
Quanto às queixas de denúncia falsa que YooChun prestou contra a Srta. Lee, seu namorado e sua prima, a polícia reconheceu que os três indivíduos são culpados de chantagem, e serão realizadas investigações complementares ao caso. Também foi confirmado que o DNA encontrado nas roupas íntimas da Srta. Lee corresponde ao do cantor.
A agência de YooChun, C-JeS Entertainment, respondeu aos relatos de indiciação do artista: “Não podemos reconhecer a recomendação da polícia de indiciá-lo por solicitação de prostituição, pois é completamente diferente da verdade. Mais uma vez, nós claramente declaramos que não há verdade alguma nessas declarações. Nós cooperaremos com as investigações da promotoria, para que sua inocência possa ser provada.”
Anteriormente, o integrante do trio masculino JYJ foi acusado de assédio sexual por quatro mulheres; YooChun então prestou queixa por, entre outros, acusação falsa por parte das duas primeiras. 
Fonte: soompi (1)/Sarangingayo

0 comentários: